17 jan 2018 | 20:42:04

Pela primeira vez, norte-americanos apostaram em corridas brasileiras

Quatorze páreos das euniões de segunda-feira (15) e terça-feira (16), na Gávea, foram transmitidas pelo sistema de Gulfstream Park, resultando movimento de US$ 205 mil.

O turfe brasileiro vivenciou experiência histórica – e até então inédita – nos dois últimos dias. Quatorze páreos, entre as reuniões de segunda-feira (15) e terça-feira (16), no Jockey Club Brasileiro, foram transmitidos para os Estados Unidos, com captação de apostas pelo sistema de Gulfstream Park.

Na segunda-feira, norte-americanos apostaram nos últimos 4 páreos da programação, movimentando US$ 80 mil. Já no dia seguinte, se vendeu US$ 125 mil ao longo de 10 provas. O movimento das corridas brasileiras na pedra de Gulfstream Park, portanto, alcançou US$ 205 mil, com média de US$ 14,6 mil por páreo.

Segundo publicação do website do Jockey Club Brasileiro, nesta quarta-feira (17), as corridas da Gávea deverão ser transmitidas, novamente, na semana que vem, no mesmo formato. Ou seja, algumas provas da programação de segunda-feira e todos os páreos na terça-feira.

Aqui, a nota oficial do Jockey Club Brasileiro, incluindo a divulgação de carta de parabenização enviada pelo Latin American Racing Channel à diretoria do clube brasileiro.  

Mais notícias

Isla Vista larga e acaba na Prova Especial João Goulart

Defensora do Stud Alvarenga brilhou na melhor prova do dia, na Gávea.

Ler na íntegra

Copa dos Criadores recebe 37 inscrições

Com três provas de G1 e uma corrida de G3, festival da ABCPCC deverá distribuir mais de R$ 900 mil em prêmios.

Ler na íntegra

Reunião do Derby e jornadas adjacentes são canceladas na Gávea.

Comunicado oficial da comissão de corridas designou o sábado do dia 20 de abril como nova data para a disputa das provas clássicas outrora marcadas para o dia 14 de abril. Demais provas foram canceladas.

Ler na íntegra