25 jul 2021 | 11:43:03

Vinte anos depois, Adayar repete o avô Galileo e emplaca “double” Derby-King George

Potro da Godolphin venceu o King George VI & Queen Elizabeth Stakes (G1) e pôs fim a um tabu de 20 anos sem que um potro, ganhador do Derby, conquistasse, no mesmo ano, o “King George”.


Adayar firma-se como um dos melhores animais da Europa

Imagem: Sporting Life

Principal prova do turfe britânico aberta a produtos de 3 e mais anos, o King George VI & Queen Elizabeth Stakes (G1), em 2.400m na pista de grama, com £ 875 mil de dotação, marcou, em Ascot, a quebra de um Tabu que perdurou por duas décadas. Vinte anos depois de Galileo, o último a fazê-lo, seu neto Adayar, 3 anos, filho de Frankel (por sua vez, um Galileo) e Anna Salai (Dubawi), de criação (Irlanda) e propriedade da Godolphin, conquistou a prova, após ter vencido, no mesmo ano, o Epsom Derby (G1).

Com William Buick “up”, Adayar acompanhou, de perto, o ritmo do ponteiro Broome. Na reta final, passou, sem briga, pelo oponente, enquanto Mishriff, mais por fora, buscava uma aproximação. Love, a favorita dos apostadores, não animava, em terceiro.

Sem dar chances a Mishriff, Adayar rumou, inabalável, até o disco, derrotando o adversário por 1 corpo e ¾. Love foi a terceira. Broome e Lone Eagle depois.

Treinado por Charlie Appleby, Adayar conquistou sua 3ª vitória em 6 saídas. Tempo de 2:26.54.

Mais notícias

Domínio absoluto de Cantos Y Cuentos na Prova Especial Pico Central

Velocista pertence ao Stud Escorial.

Negociado com Hong Kong, Cash do Jaguarete desfalca o Derby

Líder de geração deixa o Brasil com 2 provas de G1 no currículo.

Inscrições abertas para o Leilão de Coberturas da ABCPCC

Leilão será realizado, virtualmente, no dia 28 de maio. Inscrições serão recebidas até o dia 14 de maio e credenciarão geração 2021 para a Copa dos Criadores.