21 ago 2017 | 18:39:30

Recife: Capanegra vence o Grande Prêmio Edísio Pereira

Corredor do Stud Magi brilhou na tarde festiva, em Pernambuco.


Capanegra atropelou com sucesso no "Edísio"

Imagem: Divulgação JCPE

Disputado neste domingo (20) no Jockey Club Pernambucano, o Grande Prêmio Edísio Pereira, em 2.400m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, teve em Capanegra, 6 anos, filho de Crimson Tide e Give Me Hope, de criação de Ulisses Lignon Carneiro e propriedade do Stud Magi, o seu ganhador.

Mantido na quinta e última colocação por Anderson Paiva, durante boa parte do percurso, Capanegra passou a galgar melhores posições a partir do último quilômetro. Na reta de chegada, o castanho passou sem briga pelos adversários, conquistando fácil vitória – que lhe coloca, desde logo, como sério candidato à vitória no iminente GP Bento Magalhães.

Filho da Luz (Top Hat), que resistiu na primeira colocação o quanto pôde, formou a dupla cerca de 7 corpos atrás do ganhador. Em terceiro finalizou Sixteen Tons (Pioneering). Nas derradeiras posições Sempre Bem (Vettori) e Blue Celerix (Romarin).

Treinado por J. Leos, Capanegra assinalou 2:42.50 para a milha e meia.

Sulamericano e Regal Ares, outros destaques da tarde

Além dos fundistas no GP Edísio Pereira, milheiros e velocistas também tiveram vez na festa recifense. No Clássico Antonio Alves Pereira, em 1.700m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, Regal Ares, 6 anos, filho de Pioneering e Blue True (Notation), de criação da Coudelaria Monte Parnaso e propriedade do Stud São José dos Bastiões, derrotou Super Fratello (Vettori) por ¾ de corpo. Promotion (Redattore)

Treinado por M. Ferreira e conduzido por M. Oliveira, Regal Ares correu a milha na marca de 1:41.11.

Já no Clássico Carlos Martins de Medeiros, em 1.200m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, Sulamericano, 6 anos, filho de First American e Face To Face (Burooj), de criação da Agro Pastoril e Haras São Luiz Ltda. e propriedade do Haras São José dos Bastiões, alcançou o disco 2 corpos e ½ à frente de El Bacan (Amigoni). Dash For Seller (Pioneering) terminou em terceiro.

Outro êxito para a dupla M. Ferreira e M. Oliveira, Sulamericano registrou 1:14.50 para a distância.

Mais notícias

Karol King mantém série de sucesso, em Cidade Jardim

Corredora do Stud Coral Gables conquistou o GP José Paulino Nogueira (G3).

Bandoleiro Grego brilha no Grande Prêmio ABCPCC

Velocista do Stud AML segue sem conhecer derrota, em pistas gaúchas.

La Vie En Rose: o hino da vitória na Gávea

Corredora de Neverending Stud retornou ao Rio de Janeiro para vencer o GP Duque de Caxias (gr.II).