16 dez 2017 | 21:00:47

Puerto Escondido vence o GP Carlos Pellegrini. New In Town finaliza em quarto.

Filho de Hurricane Cat conquistou a consagração de sua campanha. Brasileiro, do Haras Regina, avançou com desenvoltura, em que pese o ritmo lento.

Puerto Escondido: vitória autoritária no Pellegrini

Imagem: Marília Lemos

Disputado há poucos instantes, em Buenos Aires, o Gran Premio Carlos Pellegrini (gr.I), em sua versão 2017, reuniu produtos de 3 e mais anos, em 2.400m na pista de grama (pesada). Vitória de Puerto Escondido, 4 anos, filho de Hurricane Cat e Surf Point (Louis Quatorze), de criação do Haras Malin e propriedade do Stud Facundito.

Com Osvaldo Adrian Aderete “up”, Puerto Escondido figurou com destaque, desde a partida – com o páreo correndo para parciais de 27.48 e 52.94. Na reta de chegada, o castanho demonstrou que a fácil vitória conseguida na Copa de Oro (gr.I) não havia sido por acaso. Num êxito de autoridade, Puerto Escondido deixou, a cerca de 4 corpos, na segunda colocação, Don Inc (Include) – que já havia finalizado em segundo, no Pellegrini vencido por Hi Happy, em 2015.

O ganhador do GP Jockey Club (gr.I), Village King (Campagnologist) ficou com a terceira colocação. Representante solitário da criação brasileira no lote, New In Town (por Fluke, de criação do Haras Doce Vale e propriedade do Haras Regina) atropelou com desenvoltura na reta de chegada, finalizando em quarto – “agarrado” aos segundo e terceiro colocados. Condução de Ângelo Márcio Souza e treinamento de Roberto Solanés.

Puerto Escondido é treinado por Pablo Ezequiel Sahagian. Desta feita, obteve a quinta vitória em 13 corridas. Tempo de 2:29.16.

Mais notícias

Nesta quarta-feira, o Leilão de Coberturas ABCPCC 2018

Ao todo, 57 reprodutores terão seus serviços colocados à venda, a partir das 18 horas desta quarta-feira (23).

Ler na íntegra

Porto Alegre: Last Hope estreia com vitória no Clássico Estensoro

Arenático do Haras Paraíso da Lagoa demonstrou adaptação à raia gaúcha.

Ler na íntegra

Latino 2017: (atualizado) Deep End e Eleito desembarcam no Chile

Na manhã dessa sexta-feira (24), Deep End e Eleito, que farão a representação brasileira no Gran Premio Longines Latinoamericano (gr.I) do próximo dia 4 de março, desembarcaram em solo chileno. Ambos terão a "companhia", ainda, do compatriota Gandhi Di Job - indicado pelo Hipódromo de Maroñas. Radicados no Centro de Treinamentos Vale do Itajara, em Secretário, na serra fluminense, Deep... [continua ]

Ler na íntegra