27 jun 2020 | 17:31:17

Poesia em movimento: Pimper’s Paradise esbanja categoria na Copa ABCPCC Clássica Matias Machline

Favorito dos apostadores venceu, como craque, a prova mor da Copa dos Criadores, rendendo bicampeonato ao Haras Doce Vale.

Pimper's Paradise: um espetáculo no momento clímax do festival

Imagem: Marília Lemos

Se todos aguardavam pelo que Pimper’s Paradise faria, em Cidade Jardim, após revelar-se corredor de qualidade ímpar, na Gávea e em San Isidro, o castanho, de criação e propriedade do Haras Doce Vale, não deixou por menos. Numa vitória digna de craque, com facilidade poucas vezes vista no histórico do páreo, Pimper’s Paradise foi o brilhante vencedor da Copa ABCPCC Clássica Matias Machline (G1), em 2.000m na pista de grama (pesada), para produtos de 3 e mais anos, com mais de R$ 370 mil em prêmios.

Após a largada, Head Office foi para a ponta. Bavaro Beach apresentou-se, no seu encalço. Campelanda corria no terceiro lugar. Olympic Impact era o quarto e Pimper’s Paradise o quinto colocado.

Na cabeceira da curva, Wesley da Silva Cardoso, optando por garantir caminho limpo para Pimper’s Paradise, tirou-o de trás das patas daqueles que vinham à frente. Nisso, Pimper’s Paradise passou, ao natural, para terceiro. Head Office e Bavaro Beach, em maus lençóis, já acionavam solicitados pelos jóqueis.

Abordado o tiro direto, Pimper’s Paradise tomou conta do páreo, em ritmo de cânter. Ele corria um páreo. Seus adversários, outro. Sem ser exigido, alcançou o disco de chegada 5 corpos e ¾ à frente de Mstraubarry. Olympic Impact foi o terceiro. Noblesse You e Head Office completaram o marcador.

Depois, Campelanda, Eron do Jaguarete, Hassan, Rasgado de Birigui e Bavaro Beach.

Prestes a obter sua vitória de número 3000, Venâncio Nahid conquistou, pelo segundo ano consecutivo, a Copa ABCPCC Clássica Matias Machline (G1), vez que, em 2019, encilhou o alazão Or Noir. Também bisaram o feito do ano passado o jóquei e o Haras Doce Vale. Neto de Onefortheroad e tendo, em sua terceira mãe, Court Lady, Pimper’s Paradise (Put It Back e Bye Bye Caroline, por Royal Academy) descende de uma das melhores linhagens da criação nacional.

Pimper’s Paradise (aos 4 anos) conquistou a quinta vitória de sua campanha, em 8 saídas. Ganhador dos Grandes Prêmios Almirante Tamandaré (G2) e Escorial (G3), Pimper’s Paradise vinha de finalizar no terceiro posto do GP Latinoamericano (G1), disputado na Argentina, em março deste ano.

Tempo de 2:01.50, com finais de 24.21 e 12.52.

Mais notícias

GP Latinoamericano: Gandhi Di Job e Puerto Escondido, ausências sentidas

Vencedores do Ramirez e do Pellegrini, que representariam, respectivamente, Maroñas e San Isidro no GP Longines Latinoamericano (gr.I), não participarão da prova.

Ler na íntegra

High Chris mantém invencibilidade no Clássico Breno Caldas (L)

Corredor do Stud Quintella conquistou batismo clássico.

Ler na íntegra

Avião Sureño levanta voo no GP 14 de Março (gr.III)

Corredor de Neverending Stud mostrou forma para o GP São Paulo.

Ler na íntegra