21 maio 2019 | 21:20:41

Gogo Boy confirma pule de devolução na Prova Especial Daião

Arenático pertence ao Stud Pedudu.

Gogo Boy venceu com facilidade.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Principal atração da jornada desta terça-feira (21), no Jockey Club Brasileiro, a Prova Especial Daião, em 1.600m na pista de areia (macia), para produtos de 3 e mais anos, foi facilmente conquistada pelo favorito Gogo Boy, 3 anos, filho de Kodiak Kowboy e Opera Pop (Midnight Tiger), de criação do Haras Anderson e propriedade do Stud Pedudu.

Aproveitando a baliza um, Lasting Colony (Cape Town) assumiu a ponta, após a largada. Gogo Boy acompanhava seu ritmo, na segunda posição. Palpite (Discreet Cat) corria no terceiro posto, acionando Red Spirit (Public Purse) no quarto lugar. Reservado (Pioneering) encerrava a fila.

Leandro Henrique ingressou na reta final olhando para trás, à procura dos seus adversários. Com Gogo Boy, “cozinhou” Lasting Colony até a altura dos últimos 250 metros, quando, então, fez a partida no favorito. Gogo Boy largou dali, não apenas desvencilhando-se de Lasting Colony como conseguindo abrir 5 corpos sobre o adversário.

Red Spirit (12 e ½) foi o terceiro. Reservado (13 e ¾) e Palpite (14) completaram o marcador. Não correu: Ibirapuitã.

Treinado por Ronaldo Marins Lima, Gogo Boy conquistou a quinta vitória em 11 saídas. Vencedor do Clássico Luiz Gurgel do Amaral Valente – Taça Criação e Turfe Paranaenses (L), da Prova Especial Groove e da Prova Especial Felício, Gogo Boy assinalou 1:38.51 para a milha.

Mais notícias

Tanto Riso supera os mais velhos na Prova Especial Waldmeister

Defensor do Stud São Francisco da Serra confirmou boa aptidão à distância alongada.

Ler na íntegra

Amanhã, eleições no Jockey Club do Paraná

Atual presidente, Paulo Irineu Pelanda lidera chapa única.

Ler na íntegra

Nadador Lô e Argona despontam como líderes no Cristal

Atrações dessa quinta-feira (23) em Porto Alegre, os Clássicos Oswaldo Aranha e J. A. Flores da Cunha, reservados a fêmeas e machos de 2 anos, respectivamente, tiveram em Argona e Nadador Lô os seus vencedores. Ambos, assim, despontam como os líderes da nova geração no Cristal.

Ler na íntegra