16 out 2019 | 17:46:53

Estados Unidos: Joy Valley completa seu 30º aniversário

Matriz brasileira, criada pelo Haras Santa Ana do Rio Grande, consagrou-se como mãe de Riboletta e Super Power.

Joy Valley: aniversário celebrado no Kentucky.

Imagem: Taylor Made Farm (Instagram)

Na segunda-feira, uma publicação na conta da Taylor Made Farm, no Instagram, chamou a atenção dos turfistas brasileiros. Nela, se destacava o trigésimo aniversário da matriz brasileira Joy Valley, que, pertencente a Aaron & Marie Jones, tem residência na aludida fazenda sediada no Kentucky.

Criada pelo Haras Santa Ana do Rio Grande, Joy Valley nasceu em 1989. Atuou por 7 ocasiões, na Gávea, vencendo em 2 delas. Seu principal êxito ocorreu no Clássico Carlos e Manoel Mendes Campos (L). Na reprodução, deu à luz, em 1995, Riboletta. Esta, por sua vez, venceu o GP Diana (gr.I), em Cidade Jardim, e depois, enviada para os Estados Unidos, tornou-se múltipla ganhadora de G1. Dona de mais de US$ 1,5 milhão em prêmios, Riboletta entrou para a história como o primeiro PSI brasileiro agraciado com um Eclipse Award – o de Melhor Égua Adulta, no ano 2000.

Produto seguinte a Riboletta, Super Power nasceu em 1996 e fez de Joy Valley, em definitivo, uma das melhores reprodutoras do turfe brasileiro, em todos os tempos. A exemplo de Riboletta, filho de Roi Normand, criado pelo Haras Santa Ana do Rio Grande, Super Power conquistou a tríplice coroa do Rio de Janeiro, no ano 2000.

Exportada para os Estados Unidos no mesmo ano em que Super Power protagonizou o importante feito, Joy Valley deixou 8 produtos, em solo norte-americano, antes de ser aposentada, em 2013, aos 24 anos. De sua produção naquele país, destaca-se Forest Attack, um Forestry, vencedor do Dust Commander Stakes.

Joy Valley descende de Ghadeer e Belle Valley, por Mogambo. Belle Valley, por sua vez, figurou como outra icônica égua da criação Santa Ana do Rio Grande, tendo vencido o GP Zélia Gonzaga Peixoto de Castro (gr.I) e a versão paulista do GP OSAF (gr.I).

Mais notícias

Shuttle de Alpha é confirmado

Múltiplo ganhador de G1 será o primeiro filho de Bernardini a servir no Brasil.

Ler na íntegra

EUA: Royal Ship retorna no sábado, na areia, em G3

Brasileiro é um dos inscritos no Native Diver Stakes (G3).

Ler na íntegra

RS: na abertura das tríplices coroas juvenis, melhor para Nadador Lô e Perfect Bullet

Produtos da geração 2014 estiveram em evidência na pista do Cristal

Ler na íntegra