25 jan 2020 | 22:55:46

De ponta a ponta, Karol King brilha no GP 25 de Janeiro (gr.II)

Égua do Stud Coral Gables conquistou batismo clássico, em alto estilo.

Karol King não deu chance às adversárias.

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Um dos páreos mais tradicionais, reservados a fêmeas, no calendário clássico nacional, o Grande Prêmio 25 de Janeiro – 466º Aniversário de São Paulo (gr.II), em 2.000m na pista de areia pesada (variante), para éguas de 3 e mais anos, foi disputado neste sábado (25), em Cidade Jardim. Venceu Karol King, 5 anos, filha de Rock of Gibraltar e Sagacitá (Redattore), de criação do Haras São José da Serra e propriedade do Stud Coral Gables.

Conduzida por Fernando Larroque, Karol King forçou, em busca da ponta, após a partida. Superou Alemoa, que disputava a dianteira com ela, na altura da primeira curva.

Na reta oposta, a favorita Juju Popular passou para segundo. Não fez questão, contudo, de avançar sobre Karol King, que controlava, a seu gosto, o ritmo do páreo. Quando tentou fazê-lo, na curva da esquerda, não descontou um palmo, dando vez, então, às investidas de Duty do Jaguarete. Esta, ainda que ingressando embalada na reta final, não conseguiu levar perigo à ação mantida, por Karol King, no posto principal.

Em vitória firme, Karol King garantiu 1 corpo e ¾ sobre Aigua, que numa longa atropelada, tomou o segundo posto de Duty do Jaguarete. Another-Quitz e Magia Negra completaram o marcador.

Depois, Lembra Na Madison, Juju Popular e Alemoa.

Recebendo treinamento de Emerson Garcia, Karol King conquistou a sexta vitória (primeira clássica) em 23 saídas. Relógios parados no tempo de 2:01.10, com finais de 25.11 e 12.85.

Mais notícias

Visible segue sem conhecer derrota na areia

Filho do nacional Skypilot foi criado pelo Haras Free Way, também seu proprietário.

Ler na íntegra

EUA: Some In Tieme e Vettori Kin anotados em G3 no Kentucky

Dupla brasileira competirá no River City Handicap (gr.III) de quinta-feira. Em 2003, Hard Buck obteve, no páreo, sua primeira vitória graduada no exterior.

Ler na íntegra

Na areia, Orpheus foi perfeito no Clássico Câmara Municipal de São Paulo (L)

Disputado nesse sábado (25), no Jockey Club de São Paulo, o Clássico Câmara Municipal de São Paulo (L), em 1.400m na areia, para produtos de 3 e mais anos, quem se sobressaiu foi o argentino Orpheus, 5 anos, filho de Forestry e Ora Ora (Lycius), de criação do Haras Santa Maria de Araras e de propriedade do Stud Jaguaretê.

Ler na íntegra