09 Set 2017 | 14:48:05

Holy Byblos resiste a Velha Máquina na Prova Especial Dulce

Embate marcou a abertura da programação sabatina em Cidade Jardim.

Holy Byblos resistiu aos avanços de Velha Máquina

Imagem: Marília Lemos

Disputada na corrida de abertura desta sabatina (9), em Cidade Jardim, a Prova Especial Dulce, em 1.400m na pista de grama, para éguas de 3 e mais anos, marcou a vitória da favorita Holy Byblos, 4 anos, filha de Holy Roman Emperor e Byblos (Shudanz), de criação e propriedade do Haras Kigrandi.

Na dianteira desde a partida, Holy Byblos aparecia seguida de perto por Ever Hush (Put It Back), correndo Kings Gate (T. H. Approval), Velha Máquina (Vettori) e Maria Clara (Redattore) na sequência.

Abordado o tiro direto, Ever Hush esmoreceu, dando vez aos avanços de Velha Máquina e Kings Gate. Esta tentava infiltrar-se pela brecha existente entre a ponteira Holy Byblos e a cerca interna. Sem sucesso na investida, Ruberlei Viana sacou Kings Gate por fora da dupla. No lance, Holy Byblos e Velha Máquina escaparam, em definitivo, nas duas primeiras colocações.

Em que pese a impressão dada por Velha Máquina, Holy Byblos, exigida por Jeane Alves, resistiu na primeira colocação. Velha Máquina, em boa atuação, formou a dupla a ¼ de corpo. Kings Gate (4 e ¼), Maria Clara (9 e ½) e Ever Hush (12 e ½) depois.

Treinado por Thiago Haidar, Holy Byblos conquistou a quarta vitória em 14 saídas. Ganhadora do Clássico Riboletta (L) e da Prova Especial Raul e Irene Crespi, Holy Byblos completou a distância em 1:21.22.

Mais notícias

Debaixo de chuva, Enable vence o Epsom Oaks (gr.I)

Potranca da Juddmote Farms pertence à primeira geração do reprodutor Nathaniel.

Ler na íntegra

Recife: Capanegra vence o Grande Prêmio Edísio Pereira

Corredor do Stud Magi brilhou na tarde festiva, em Pernambuco.

Ler na íntegra

Criação: cheia de Curlin, Tepin será leiloada em novembro

Campeã norte-americana teve sua participação confirmada nas vendas da Fasig-Tipton.

Ler na íntegra