10 out 2019 | 18:07:49

Para além de Waldgeist: mais sobre o festival de Longchamp

Provas de G1, anexas ao Prix l’Arc de Triomphe, movimentaram o prado parisiense.

Villa Marina (por dentro) venceu o Prix l'Opera (gr.I).

Imagem: Brisnet.com

Não há dúvidas que o embate entre Waldgeist e Enable no Prix l’Arc de Triomphe (gr.I) foi o grande acontecimento, do último domingo, em Longchamp. Porém, a jornada máxima francesa contou com outras destacadas disputas, numa luxuosa programação de 6 provas de grupo I – precedidas, na sabatina, por outras duas do mesmo calibre.

Com Frankie Dettori “up”, Anapurna, 3 anos, filha de Frankel e Dash To The Top (Montjeu), criada na Grã-Bretanha no Meon Valley Stud e propriedade de Helena Springfield, conquistou o Prix de Royallieu (gr.I), em 2.800m na pista de grama, com dotação de € 300 mil, corrido no sábado.

Derrotou Delphinia por 1 corpo e ¼. Enbihaar ficou com o terceiro lugar. Treinada por John Gosden, obteve a quarta vitória, em 6 saídas. Ganhadora do Epsom Oaks (gr.I), completou o percurso no tempo de 3:10.98.

Disputado na distância de 4.000m, pista de grama, o Prix du Cadran (gr.I), com € 300 mil de dotação, revelou, também na jornada véspera, a vitória de Holdthasigreen, 7 anos, filho de Hold That Tiger e Greenthathir (Muhthathir), de criação (francesa) e propriedade de Jean Gilbert & Claude Le Lay.

Conduzido por Tony Picone e treinado por Bruno Andouin, Holdthasigreen derrotou Call The Wind por ¾ de corpo. Em terceiro, Dee Ex Bee. Na sua décima quarta vitória, em 32 saídas, assinalou tempo de 4:41.83.

Villa Marina, uma britânica de 3 anos, filha de Le Havre e Briviesca (Peintre Celebre), de criação e propriedade de Sarl Darpat France, venceu o Prix l’Opera (gr.I), em 2.000m na raia de grama, com € 500 mil de dotação, para éguas de 3 anos e mais idade.

Com Olivier Peslier “up”, derrotou a irlandesa Fleeting por meio pescoço, após movimentado duelo. Watch Me foi a terceira. Treinada por Carlos Laffon-Parias, obteve a terceira vitória em 8 saídas. Tempo de 2:09.09.

Outra britânica de 3 anos, Glass Slippers, derrotou os machos mais velhos no Prix l’Abbaye de Longchamp (gr.I), em 1.000m na raia de grama, com € 350 mil de dotação. Conduzida por Tom Eaves, bateu o norte-americano So Perfecf por 3 corpos. El Astronaute finalizou em terceiro. Battash, franco favorito, não passou da décima quarta colocação.

Recebendo treinamento de Kevin Ryan, Glass Slippers conquistou a quinta vitória em 12 saídas. Filha de Dream Ahead e Night Gipsy (Mind Games), percorreu o quilômetro em 58.04.

Ainda que Pinatubo não tenha se feito presente, a Godolphin levou a melhor no G1 dos potros – numa das melhores gerações, a nível internacional, já criadas pelo Sheikh Mohammed bin Rashid Maktoum. Victor Ludorum, filho de Shamardal e Antiquities (Kaldounevees), criado na seção britânica da Darley, chegou a 3 vitórias em 3 corridas ao vencer o Prix Jean-Luc Lagardere – Grand Criterium (gr.I), em 1.600m na grama, com bolsa de € 400 mil, reservado a produtos de 2 anos.

Conduzido por Mickael Barzalona, Victor Lodorum derrotou o germânico Alson por ¾ de corpo. Armory (que vinha de ser derrotado pelo já mencionado Pinatubo) ficou com o terceiro lugar. Tempo de 1:44.15 para o pupilo de Andre Fabre.

Na prova correspondente, destinada às fêmeas de 2 anos, o Prix Marcel Boussac - Criterium des Pouliches (gr.I), em 1.600m na grama, com dotação de € 400 mil de dotação, Albigna, filha de Zoffany e Freedoni (Selkirk), criada na Irlanda, por Niarchos Family, também sua proprietária, foi quem levou a melhor.

Conduzida por Shane Foley, bateu Marieta por 2 corpos e ½. Flight Lady finalizou em terceiro. Treinada por Jessica Harrington, Albigna passa a contar com 3 vitórias em 4 saídas. Tempo de 1:41.26.

Por fim, a britânica One Master, 5 anos, filha de Fastnet Rock e Enticing (Pivotal), de criação e propriedade de Lael Stables, pelo segundo ano consecutivo, superou os machos no Prix de la Foret (gr.I), em 1.400m na raia de grama, com € 350 mil de bolsa. Montaria do jóquei vencedor do Arco, Pierre-Charles Boudot, One Master derrotou o francês City Light por ¾ de corpo. Speak In Colours ficou com o terceiro lugar.

Recebendo treinamento de William Haggas, One Master chegou a 5 vitórias em 15 corridas. Tempo de 1:23.66.

Mais notícias

Delray Beach supera os machos e ratifica liderança, em São Paulo

Filha de Que Fenômeno, pertencente a Adolpho Smith de Vasconcellos, demonstrou sobras no Clássico Presidente Eduardo da Rocha Azevedo (L).

Ler na íntegra

Cristal: Dessert e Madame Quick prevaleceram nos melhores páreos

Destaques da programação de quinta-feira (5), no Cristal, Clássicos Romo Ferte e Corejada revelaram as respectivas vitórias, de Dessert e Madame Quick.

Ler na íntegra

Without Parole, um Frankel, domina o primeiro dia do Royal Ascot

Tradicional festival britânico teve início ontem (19). Na data inaugural, 3 provas de graduação máxima.

Ler na íntegra