21 mar 2017 | 11:16:13

No sábado, Vettori Kin encara o UAE Derby (gr.II) em Meydan

Brasileiro tentará repetir a vitória de Lundy's Liability no mesmo páreo; derby winner argentino, He Runs Away, é outra atração do lote

Vettori Kin se exercita em Dubai: brasileiro tentará repetir a façanha de Lundy's Liability

Imagem: Erika R. Photography

No próximo sábado (25) as atenções do turfe internacional estarão voltadas para os Emirados Árabes Unidos. Ao longo de 9 páreos, as pistas de Meydan sediarão mais uma edição da Dubai World Cup, que além da prova homônima contará com outras sete provas graduadas destinadas à raça PSI, dentre as quais o UAE Derby (gr.II), em 1.900 na pista de areia, com US$ 2 milhões de bolsa, para produtos de 3 anos. No páreo, Vettori Kin fará a representação brasileira no maior meeting árabe.

Inscrito por Kenny McPeek, Vettori Kin será conduzido por Joel Rosario e largará da baliza 8. Criado pelo Haras Old Friends, e pertencente a este em sociedade, ainda, com o Stud TNT e Fern Circle Stables, o castanho realizou seu último exercício cronometrado na raia do Payson Park Training Center no último dia 11 de março, quando assinalou 48.80 para os 800 metros. Sem correr desde o seu nono lugar no GP Carlos Pellegrini (gr.I), de dezembro do ano passado, o filho de Vettori e Miss Kin (Laramie Trail) encerrou 2016 como o maior rating do Brasil, ao lado de Wenzel Blade, com 115 libras.

No caminho de Vettori Kin haverá 15 adversários, dentre os quais o atual ganhador do Derby Argentino (gr.I), He Runs Away (Heliostatic), que por sua vez terminou em quarto no já citado "Pellegrini", que também marcara a sua última atuação. Criado na sessão argentina do Haras Santa Maria de Araras, He Runs Away contará com o respaldo de uma dupla brasileira em sua apresentação: Ricardo Colombo e Silvestre de Sousa, respectivamente treinador e jóquei do corredor.

Ganhador do Criterium International (gr.I) na França, Thunder Snow (Helmet) aparece como o principal nome da competição - que há tempos não contava com campo de tamanha qualidade. Já Lancaster Bomber (War Front) soma dois segundos lugares nos Dewhurst Stakes (gr.I) e Breeders' Cup Juvenile Turf (gr.I) e representa as conexões da Coolmore no páreo. Qatar Man (IRE), Master Plan (EUA), Midnight Chica (EUA), Top Score (GB), Fawree (EUA), Bee Jersey (EUA), Fly At Dawn (EUA), Spirit of Valor (EUA), Nomorerichblondes (EUA), Cosmo Charlie (EUA) e Adirato (JAP) também comparecerão ao partidor.

Em 2003, a criação brasileira obteve, justamente no UAE Derby, a sua primeira vitória no festival de Dubai. Lundy's Liability, um filho de Candy Stripes do Stud TNT, conquistou no extinto hipódromo de Nad Al Sheba, o mais importante êxito de sua campanha. 

Já nos demais embates da DWC 2017 não há nada, por óbvio, que chame tanta atenção quanto a própria Dubai World Cup (gr.I), realçada pela presença do melhor cavalo do mundo, Arrogate (Unbridled's Song), da Juddmonte Farms. A prova, em 2.000m na areia, para animais de 3 e mais anos, com US$ 10 milhões de dotação, poderá marcar a quarta conquista de G1 consecutiva do pensionista de Bob Baffert (que será conduzido, novamente, por Mike Smith), vindo de vencer os Travers Stakes (gr.I), Breeders' Cup Classic (gr.I) e Pegasus World Cup (gr.I).

Apollo Kentucky (EUA), Awardee (EUA), Gold Dream (JAP), Gun Runner (EUA), Hoppertunity (EUA), Keen Ice (EUA), Lani (EUA), Long River (EUA), Move Up (GB), Mubtaahij (IRE), Neolithic (EUA), Special Fighter (IRE) e Furia Cruzada (CHI) são os demais inscritos.

Além das duas citadas provas, também comporão o festival a Dubai Sheema Classic (gr.I, em 2.400m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 6 milhões de bolsa), que poderá marcar o "bi" do irlandês Postponed; Dubai Turf (gr.I, em 1.800m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 6 milhões de bolsa), que colocará frente a frente os ganhadores de G1 Mondialiste e Ribchester; Dubai Golden Shaheen (gr.I, em 1.200m na areia, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 2 milhões de bolsa) reforçada pelo atual ganhador do páreo Muarrab; Al Quoz Sprint (gr.I, em 1.200m na grama, para produtos de 3 e mais anos, com US$ 1 milhão de bolsa), na qual medirão forças os ótimos Washington DC e Ertijaal; e ainda os grupos II da Godolphin Mile (em 1.600m na areia, com US$ 1 milhão de bolsa) e Dubai Gold Cup (em 3.200m na grama, com US$ 1 milhão de bolsa).

Mais notícias

Hard Boiled dá show no Grande Criterium

Abandonando o perdedor em alto estilo, potro do Stud Monte Parnaso/Quintella impressionou no GP Linneo de Paula Machado (gr.I).

Ler na íntegra

Irlanda: depois de Newmarket, Churchill e Winter dominam, também, os guinéus irlandeses

O fenomenal Galileo é pai da dupla que se consolida como os líderes da geração 2014 na Europa

Ler na íntegra

Entre os fundistas, nova vitória de Enólogo

Alazão do Stud Sweet Dani venceu a Prova Especial Quiproquó.

Ler na íntegra