07 nov 2021 | 23:00:32

Negociada com o exterior, Macadamia encerra campanha no Brasil

Múltipla ganhadora de G1 do Haras Springfield deverá cumprir campanha nos Estados Unidos, tendo como destino final o Japão.


Macadamia foi eleita a Melhor Potranca de 2 anos no Troféu Mossoró 2020/2021

Imagem: Porfírio Menezes/Divulgação JCSP

Um dos melhores valores da geração 2018, no Brasil, Macadamia, filha de Hat Trick e Une Autre Etoile (Northern Afleet), de criação do Haras Springfield, foi negociada e seguirá para o exterior. Desfalcará, assim, o campo do Grande Prêmio Diana (G1) do próximo dia 13 de novembro.

De acordo com informação do médico veterinário do Haras Springfield, Dr. André Boff, Macadamia foi adquirida por proprietários japoneses e, a princípio, cumprirá campanha nos Estados Unidos. Em seguida, deverá ser enviada ao Japão, para lá servir como reprodutora.

A transação foi intermediada pelo brasileiro Fabrício Buffolo. 

Macadamia estreou, aos 2 anos, com um quarto lugar para Jalouise no GP Pres. Guilherme Ellis (G2), em abril. No mês de maio, escoltou Venatrix, por escassa margem, no GP João Cecílio Ferraz (G1), disputado no meeting do GP São Paulo.

Em junho, Macadamia viajou até o Rio de Janeiro para conquistar, na jornada da Copa dos Criadores, o Grande Prêmio Margarida Polak Lara – Taça de Prata (G1, replay abaixo). A primeira vitória de sua campanha rendeu-lhe o Troféu Mossoró de Melhor Potranca de 2 anos, na última edição da premiação, realizada em agosto.

No mês de setembro, em sua primeira saída aos 3 anos, Macadamia foi superada por Olympic Las Palmas no GP Barão de Piracicaba (G1). Na sequência da tríplice coroa, venceu o Grande Prêmio Henrique de Toledo Lara (G1), em sua segunda vitória, sendo a segunda em prova de graduação máxima.

Macadamia – treinada, no Brasil, por Antenor Menegolo Neto – deixa o país com 5 corridas e 2 primeiros lugares.

Mais notícias

Não Dá Mais estreia amanhã, na França

Corredor de Benjamin Steinbruch fará seu debut, na Europa, em listed com € 36 mil de bolsa.

Latino: trânsito segue bloqueado para chilenos e compromete participação destes

Barreiras sanitárias seguem vigentes no Uruguai, quanto ao transporte de animais com origem no Chile. Este, por sua vez, tende a não contar com representantes no GP Longines Latinoamericano (gr.I) de 11 de março.

Tarumã: Admiro e Jukes vencem as provas especiais do dia

Reunião de sexta-feira foi realizada debaixo de chuva, em Curitiba.