14 out 2019 | 08:15:33

Happy Bryan confirma favoritismo no GP Costa Ferraz (gr.III)

Eleita melhor velocista do Brasil, no Troféu Mossoró, tordilha pertence ao Stud Pedudu.

Happy Bryan venceu com autoridade.

Imagem: Sylvio Rondinelli/Divulgação JCB

Inscrição chamativa, dada a sua condição de melhor velocista do Brasil, conforme recente premiação do Troféu Mossoró, Happy Bryan não apenas destacou o campo do Grande Prêmio Costa Ferraz (gr.III), como também o venceu em boa lei. A potranca de 3 anos, filha de Wired Bryan e Sexy Italian (Dodge), é de criação do Haras Anderson e propriedade do Stud Pedudu.

Na primeira metade do percurso, não houve quem acompanhasse o ritmo frenético de Fuerza de Plata. Quando a intensidade da ponteira diminuiu, na altura dos últimos 300 metros, o protagonismo da corrida passou a ser dividido pelas éguas que atropelavam. Dentre elas, Happy Bryan.

Na tocada ritmada de Leandro Henrique, Happy Bryan desvencilhou-se das suas adversárias, na altura dos 200 finais. Em vitória firme, derrotou Gata Y Flor por 3 corpos e ¼. Amiga de Ícaro foi a terceira. Ziska Blade e Isola Di Fiori completaram o marcador.

A seguir, Fofa Linda, Fuerza de Plata e Middle Fast.

Treinada por Ronaldo Marins Lima, Happy Bryan obteve a sétima vitória (a quinta clássica) em 8 saídas. Vencedora – dentre outros – dos Grandes Prêmios Major Suckow (gr.I) e ABCPCC Velocidade Mário Belmonte Moglia (gr.III), percorreu o quilômetro (grama pesada) na marca de 55.47.

Mais notícias

De ponta a ponta, Forestiere vence a Prova Especial Talvez!

Alazão do Stud Juliana e Luiz Guilherme brilhou na noturna de terça-feira.

Ler na íntegra

EUA: Sea Dream estreia na sexta-feira

Corredora da Fazenda Mondesir & Bonne Chance Farm irá encarar allowance em Keeneland.

Ler na íntegra

Notas de falecimento: Luiz Carlos Ávila e Eduardo Buffara

Nos últimos dias a comunidade turfística brasileira sofreu duas sentidas baixas. O treinador Luis Carlos Ávila e o agente Eduardo Buffara faleceram em Porto Alegre e Curitiba, respectivamente. Radicado no Hipódromo do Cristal, Ávila restou vitimado por um câncer, na última segunda-feira (31). Membro de tradicional família do turfe brasileiro, o profissional recentemente alcançou o bicampeonato do Grande Prêmio Bento... [continua ]

Ler na íntegra