12 nov 2018 | 17:06:41

Fitzgerald supera Gandhi Di Job em Maroñas

Parelha brasileira, pertencente ao Stud La Fe, emplacou dobrada no Clásico Pablo Gelsi e José M. Ferro.

Fitzgerald segue vencendo em Maroñas.

Imagem: Maroñas Entertainment

Disputado no domingo (11), em Maroñas, o Clásico Pablo Gelsi e José M. Ferro, em 1.400m na pista de grama (pesada), para produtos de 3 e mais anos, foi dominado pelos brasileiros Fitzgerald e Gandhi Di Job, que, nessa ordem, emplacaram dobrada do Stud La Fe.

Correndo na pegada do ponteiro – e também brasileiro – Um Ponteiro (Pioneering), Fitzgerald tratou dos papéis ainda na curva, já ingressando na reta final com a corrida sob seu domínio. O bicampeão do GP José Pedro Ramirez (gr.I), Gandhi Di Job (por Job Di Caroline, de criação do Haras Curitibano), que correu um pouco mais poupado, em terceiro, avançou na reta de chegada, para ficar com a segunda colocação – mas sem ameaçar o êxito do companheiro de farda.

Conduzido por Luis Cáceres, Fitzgerald derrotou Gandhi Di Job por 3 corpos. Fustic (Quick Road), criada no Brasil pelo Haras Calunga, rendeu com agrado em meio aos machos, finalizando em terceiro. Maraton (por Holy Roman Emperor, de criação do Haras Santa Camila e propriedade do Haras Moema) foi outro brasileiro a subir no marcador, terminando em quinto.

Aos 4 anos, Fitzgerald – filho de Put It Back e Via Jet (Wild Event) – conquistou a décima vitória em 14 saídas. Criado pelo Haras Santa Maria de Araras, Fitzgerald é treinado por Jorge Firpo e parou os relógios no tempo de 1:26.08.

Mais notícias

Holy Legal consagra campanha no Gran Premio Maroñas

Velocista do Haras Belmont alcançou o favorito Fast Night nos últimos lances, em recorde.

Ler na íntegra

GP São Paulo: Mário André enfileira cocheira do Jaguarete nos melhores páreos do festival

Treinador mira sua primeira vitória na prova máxima paulista; Boris do Jaguarete é sua cartada

Ler na íntegra

Tarumã: no sábado, arremates para a reunião comemorativa de 145 anos

Disputa da Pegasus Brasil e comemorações pelos 145 anos do Jockey Club do Paraná marcarão a reunião domingueira, em Curitiba. Na véspera, arremates.

Ler na íntegra