24 maio 2017 | 15:33:23

Europa: reaparecimento vitorioso de Caravaggio e G1 de Ribchester foram os destaques

Provas disputadas entre Inglaterra e Irlanda estiveram em voga no fim de semana do turfe europeu

Ribchester obteve fácil vitória no Lockinge Stakes (gr.I)

Imagem: Alan Crowhurst/Racing Post

No último fim de semana, ao menos duas provas disputadas em solo europeu despertaram a atenção de inúmeros turfistas - locais e também a nível internacional. Além do britânico Lockinge Stakes (gr.I), que por si só é sempre artigo de grande prestígio dos aficionados, o Lacken Stakes (gr.III), disputado na Irlanda, também foi mira dos holofotes à medida que marcava o reaparecimento de um dos destaques da geração 2014 no continente. E sem surpresas, os favoritos Ribchester e Caravaggio cruzaram o disco em primeiro, nos seus respectivos compromissos.

No sábado (20), em Newbury, na Inglaterra, produtos de 4 e mais anos competiram no Al Shaqab Lockinge Stakes (gr.I), em 1.600m na pista de grama, com £ 350 mil de dotação. Vindo de finalizar em terceiro na Dubai Turf (gr.I), durante o meeting da Dubai Wolrd Cup, o irlandês Ribchester assumiu a primeira colocação logo após a partida. E controlando o ritmo do páreo a seu gosto, sem ser incomodado, o castanho não deu qualquer chance a seus adversários na reta final.

Com Richard Fahey "up", Ribchester derrotou Lightning Spear (Pivotal), um neto de Royal Academy, por 3 corpos e 3/4 no disco. Breton Rock (Bahamian Bounty), por sua vez neto do nosso não menos conhecido Rock of Gibraltar, terminou em terceiro.

Treinado por William Buick, Ribchester obteve a sua quarta vitória em 11 corridas. Também ganhador dos Prix Jacques Le Marois (gr.I), Mill Reef Stakes (gr.II) e Jersey Stakes (gr.II), Ribchester assinalou 1:43.00 para a milha.

Um dia depois (21), em Naas, na Irlanda, o EMS Copiers Lacken Stakes (gr.III), em 1.200m na pista de grama, para produtos de 3 anos, com bolsa de € 65 mil, foi amplamente dominado por Caravaggio, filho de Scat Daddy e Mekko Hokte (Holy Bull), criado nos Estados Unidos por Windmill Manor Farms Inc & Petaluma Bloodstock e de propriedade de Susan Magnier, Michael Tabor & Derrick Smith.

Reaparecendo após 8 meses sem competir - com mais precisão, desde seu êxito no Phoenix Stakes (gr.I), em agosto do ano passado -, Caravaggio levou Ryan Moore em seu dorso, para conseguir firme, e fácil, vitória. Na linha decisiva, o tordilho escuro firmou 4 corpos e 3/4 de vantagem à frente de Pyschedelic Funk (Choisir). Mr. Scarlet (Dandy Man) completou a trifeta.

Preparado por Aidan O'Brien, Caravaggio chega à marca de 5 vitórias em 5 corridas. Além do "Phoenix" citado acima, Caravaggio também coleciona, em termos de provas clássicas, êxitos nos Coventry Stakes (gr.II) e Marble Hill Stakes (L). Relógios parados em 1:12.33.

Mais notícias

Maximum Security prevalece na edição inaugural da Saudi Cup

Filho de New Year’s Day confirmou campanha de alto nível na prova mais valorizada do mundo, que distribui prêmios de US$ 20 milhões.

Ler na íntegra

Hong Kong: com reta atribulada, Cash do Jaguarete entra quarto na estreia

Agora atendendo pelo nome de Harmony Victory, brasileiro realizou primeira atuação no exterior.

Ler na íntegra

Maroñas: Coldplay e El Danzarín vencem clássicos em teste para a semana máxima

Brasileiros brilharam em momentos importantes do último sábado, na capital uruguaia. Milheiro do Stud Hulk e velocista do Stud Duplo Ouro firmam-se como fortes candidatos para vencer na festa máxima local, no dia 6 de janeiro.

Ler na íntegra