Banner Haras Regina Topo
14 Mai 2018 | 21:23:49

Uruguai: Gandhi Di Job, pelo segundo ano consecutivo, aclamado cavalo do ano

Crioulo do Haras Curitibano, filho do nacional Job Di Caroline, brilhou no principal troféu do Distinciones Maroñas.

Gandhi Di Job: ícone do turfe uruguaio

Imagem: Juan Ignacio Bozello

Na noite de domingo (14), o Hipódromo de Maroñas sediou o Distinciones Maroñas, evento de gala do turfe uruguaio que premia, ano a ano, os principais nomes da hípica platense. No momento mais aguardado da premiação, brilhou o brasileiro Gandhi Di Job, pela segunda temporada consecutiva aclamado cavalo do ano no Uruguai.

Tendo vencido, pela segunda vez, o GP José Pedro Ramirez (gr.I) em 2018, o crioulo do Haras Curitibano, que defende os interesses do Stud La Fe, inseriu seu nome no seleto rol de animais que venceram a prova máxima uruguaia por duas ocasiões. A antiga lesão no tendão do anterior esquerdo, contudo, impediu que Gandhi Di Job atuasse por mais vezes desde a magna conquista, em janeiro deste ano.

Além do prêmio clímax da noite, Gandhi Di Job igualmente venceu nas categorias de cavalo adulto e fundista. Seus respectivos jóquei e treinador, Luis Cáceres e Jorge Firpo, restaram agraciados nas categorias correspondentes.

Seu pai, o nacional Job Di Caroline (Minstrel Glory), amarga a inexplicável rejeição dos criadores nacionais, em que pese os bons resultados conquistados pela reduzida prole – 90 produtos divididos em 13 gerações, com uma média anual de 6,9 produtos. A mãe, Fidelidad – eleita égua do ano na mesma premiação – descende de outro pouco aproveitado garanhão brasileiro. Villach King (Present The Colors), vencedor de duas edições do Grande Prêmio Brasil (gr.I) e um dos mais emblemáticos corredores da criação Araras.

Criado no Brasil pelo Haras Belmont Ltda., Pushkin, filho de Pioneering e Tytan (Giant Gentleman), amparado pela conquista do Gran Criterium (URU-gr.II), no ano passado, venceu na categoria de potro de 2 anos.

Abaixo, os vencedores nas demais categorias:

Cavalo do ano – Gandhi Di Job

Égua do ano - Enjoy

Cavalo adulto – Gandhi Di Job

Égua adulta – Enjoy

Fundista – Gandhi di Job

Milheiro – Empate entre Alcorano e Almirante

Velocista - Enjoy

Potro de 3 anos – El Abanderado

Potranca de 3 anos – Sexy Reasons

Potro de 2 anos – Pushkin

Reprodutor – Smarty Jones

Reprodutora – Fidelidad

Criador – Haras La Horqueta

Proprietário – Stud Oro Negro

Jóquei – Luis Cáceres

Treinador – Jorge Firpo

Aprendiz – Pablo Menyou

Mais notícias

Mercado: Esfinge é negociada e seguirá para os Estados Unidos

Um dos destaques dentre as fêmeas da geração brasileira de 2013, Esfinge, filha de Wild Event e Kiss Me Dear (Bernstein), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Ghadeer (de propriedade de Antônio Landim Meirelles Quintella, Paulo César Peixoto de Castro e Sérgio Coutinho Nogueira), será enviada para os Estados Unidos nas próximas semanas. Em... [continua ]

Ler na íntegra

Etrusca desacata as mais velhas no GP Oswaldo Aranha (gr.II)

Defensor do Stud Globo aprovou a subida de distância até a milha e meia.

Ler na íntegra

PR: Vienna Star larga e acaba na melhor prova da reunião

Filha do nacional Prince of Wales, pertencente a Marcus José Andrade da Cunha, venceu a Prova Especial César E. De Oliveira Franco.

Ler na íntegra