Banner Haras Regina Topo
10 Jul 2018 | 20:19:12

EUA: com inchaço no boleto, Justify passará por avaliação.

Tríplice coroado norte-americano permanecerá na Califórnia para realização dos exames.

Justify será submetido a exames.

Imagem: Eclipse Sportswire/America's Best Racing

Principal estrela do turfe norte-americano, na atualidade, Justify apresentou um inchaço no boleto do anterior esquerdo, razão pela qual será submetido a exames nos próximos dias. A informação foi divulgada nesta terça-feira (10), por diversos jornalistas e veículos do turfe internacional, incluindo notícia publicada no website da Blood Horse.

“O Justify apresentou um inchaço no boleto do anterior esquerdo, na semana passada, que, a princípio, havia diminuído. Quando eu trabalhei ele, o inchaço voltou a surgir. Nós queremos examiná-lo a fundo”, declarou Bob Baffert, de acordo com a publicação.

Segundo Elliot Walden, CEO e racing manager da WinStar, que detém a propriedade do alazão juntamente do China Horse Club, de Head of Plains Partners e da Starlight Racing, Justify permanecerá na Califórnia – onde se encontra em treinamento, sob os cuidados de Baffert – para a realização de exames.

Filho de Scat Daddy e Stage Magic (Ghostzapper), Justify não apenas entrou para a história como o 13º tríplice coroado do turfe norte-americano, como também pelos incríveis números relacionados à campanha invicta de 6 corridas. Além de ter tornado-se o primeiro animal a vencer o Kentucky Derby (gr.I) sem ter atuado aos 2 anos, o alazão conseguiu o expressivo feito de evoluir, da condição de animal perdedor, que abandonou na estreia, em fevereiro, para o status de tríplice coroado, em junho, num intervalo de apenas 112 dias.

Mais notícias

Na homenagem a Victorino Chermont, melhor para Rafiq

Potro do Stud Globo resistiu, em final de rigor, aos avanços de Asddrubal.

Ler na íntegra

Cristal: Sangue Missioneiro e Duches Bull voltam a vencer

Geração 2015 foi o destaque da última jornada, em Porto Alegre.

Ler na íntegra

New In Town: o turfe brasileiro posto à prova

Mais do que a sétima vitória verde e amarela no GP Carlos Pellegrini, corredor do Haras Regina representa o PSI brasileiro, da atualidade, na maior vitrine do turfe sul americano.

Ler na íntegra