06 Dez 2017 | 13:29:56

Qua Qua Qua, um globetrotter do turfe brasileiro

De norte a sul país, alazão de Unrivalled Stables desenvolve campanha que impressiona – pela extensão, longevidade e sucesso.

Qua Qua Qua conquistou sua décima nona vitória ao levantar o Clássico Brigada Militar, em Porto Alegre

Imagem: Divulgação JCRS

Ainda que animais de grande porte, que à primeira vista causam a impressão de ser verdadeiras fortalezas, cavalos de corrida, não raramente, restam adjetivados, por gente do ofício, como seres dos mais sensíveis. Pequenas alterações na rotina de um PSI por vezes são o bastante para fazê-los perder em termos de estado atlético, capacidade técnica e saúde. Provas de boas dotações e importância acabam riscadas dos planos em virtude da extensão das viagens necessárias. Por aí em diante.

Na comparação com o basquete exibicionista dos Harlem Globetrotters, portanto, difícil seria encontrar animal resistente o suficiente, capaz de rodar milhares e milhares de quilômetros, para presentear os expectadores com as suas apresentações. O time novaiorquino, de mistura esportiva e circense, atualmente teria, todavia, uma mais do que sugestiva comparação nas corridas de cavalo - do Brasil.

Um senhor viajante, Qua Qua Qua, no auge dos 9 anos de idade, venceu, na última semana, em Porto Alegre, o Clássico Brigada Militar, em 1.380m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos. Conduzido por E. Gomes, Qua Qua Qua derrotou o múltiplo ganhador de clássicos locais, Mucho Fon (Bold Start), de 4 anos, por ¾ de corpo. Treinado por R. Fernandes, Qua Qua Qua assinalou 1:28.40 para a distância.

Com 69 apresentações e 19 vitórias no retrospecto, Qua Qua Qua – criado pelo Haras Old Friends Ltda. e de propriedade de Unrivalled Stables – iniciou campanha em São Paulo, aos 2 anos, vencendo a Prova Especial Rafael de Barros Filho, no ano de 2011. Pertencente à primeira geração do irlandês Amigoni, na clássica de G1 Left Handed (Vettori), Qua Qua Qua competiria, ainda, no Rio de Janeiro, Recife e Rio Grande do Sul. Ganhador do GP Governador do Estado (gr.II), em Cidade Jardim – onde também venceu a Prova Especial Troyanos – da Prova Especial Felício, na Gávea e dos Clássicos Tribunal de Justiça do Estado e Brigada Militar, no Cristal, Qua Qua Qua conta com dois segundos lugares na versão paulista do Grande Prêmio Presidente da República (gr.I).

Mais notícias

Troféu Mossoró: No Regrets, o animal do ano do turfe brasileiro

Nome da tríplice coroada carioca restou eleito no momento mais aguardado da premiação realizada neste sábado (5), no Jockey Club Brasileiro.

Ler na íntegra

Mercado: leilão de potros do Haras La Quebrada ultrapassa os 14 milhões de pesos

Quarenta e um produtos da geração 2015 estiveram à disposição dos compradores.

Ler na íntegra

GP Longines Latinoamericano: regulamento oficial

Prova retornará a Maroñas, local da primeira edição, em 2018. Competidores disputarão bolsa de US$ 500 mil.

Ler na íntegra