Banner Haras Regina Topo
20 Abr 2017 | 18:17:16

MAPA informa: publicação de instrução normativa sobre importação de equinos

Instrução estabelece os critérios para avaliação de exames, realizados em outros países, para fins de importação de equinos ou material genético destinados à reprodução, esporte, provas funcionais e zootécnicas

A Câmara Setorial de Equideocultura do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) divulgou, por meio de sua assessoria de imprensa, que foi publicada no Diário Oficial da União a instrução normativa nº 9 de 03.04.2017 - que versa sobre a importação de equinos, e com especial afinco sobre os critérios para a realização de exames prévios a eventual importação, no exterior.

Em termos técnicos mais apurados, cumpre destacar que a referida IN estabelece os critérios para avaliação dos resultados das provas zootécnicas realizadas em outros países para a permissão de importação de equídeos ou de seu material genético destinado à reprodução, esporte, provas funcionais e zootécnicas, e aprovados os modelos de formulários de certificação zootécnica e técnica.

Para conferir o texto integral da IN nº 9/2017, clique aqui. A IN também está disponível na coluna lateral do site da ABCPCC na coluna lateral "normativas".

Mais notícias

Táxi Lunar foi o melhor na Prova Especial Mensageiro Alado "A"

Velocista pertence ao Stud Mo Bay

Ler na íntegra

Conferência da ITBF reúne autoridades hípicas de todo o mundo na África do Sul

No último mês de janeiro, criadores e representantes de autoridades hípicas de todo o mundo estiveram reunidos na Cidade do Cabo, na África do Sul, por ocasião da 22ª Conferência da Federação Internacional de Criadores de Cavalos de Corrida (ITBF). O Brasil esteve representado, no ato, por Sérgio Luis Coutinho Nogueira e Arthur Mendes Teixeira, respectivamente presidente e tesoureiro da... [continua ]

Ler na íntegra

Fanciful rende mais um Possolo para a criação Araras

Filha de Wild Event abriu a tríplice coroa de éguas ao vencer o GP Henrique Possolo (gr.I).

Ler na íntegra