Banner Haras Regina Topo
17 Dez 2017 | 14:00:47

Mais Pellegrini: festa brasileira com NicHolas na Milha. Le Perseverant impôs-se entre os velocistas

Pupilo do Stud Nosotros, pertencente a brasileiros, venceu o GP Joaquin S. de Anchorena (gr.I), destinado aos milheiros do festival. Le Perseverant deixou os velocistas para trás no GP Felix Alzaga de Unzué (gr.I).

Nicolas atropelou duro na milha do GP Joaquin S. de Anchorena (gr.I)

Imagem: Marília Lemos

Além da maior prova do turfe argentino, outros dois embates de G1 movimentaram a reunião de sábado (16), em San Isidro. Destinado aos milheiros, o Gran Premio Joaquin S. de Anchorena (gr.I), em 1.600m na pista de grama, para produtos de 3 e mais anos, contou com a vitória de Nicholas – pertencente aos brasileiros Ernani Buffolo, João Boyadjian e Marcos Bottino. Já Le Perseverant prevaleceu nos 1.000m do Gran Premio Felix Alzaga de Unzué (gr.I), igualmente aberto à participação de produtos de 3 anos e mais idade.

Segundo animal mais cotado, na preferência dos apostadores, Nicholas arrancou, do fundo do lote, sob condução de Eduardo Ortega Pavon. A fêmea, de 3 anos, Atomica Oro (Orpen), ganhadora da Polla de Potrancas (gr.I), lutou contra a carga de Nicholas, mas acabou entregando os pontos, nos metros decisivos – tanto para Nicholas, que venceu por ½ corpo, quanto para El Atlantico (Stormy Atlantic), que atropelou para tomar o segundo de Atomica Oro por cabeça.

Treinado por Enrique Martin Ferro, Nicholas (4 anos, filho de Equal Stripes e Nandaly, por Catcher In The Rye) obteve a quarta vitória em 16 apresentações. Criado pelo Haras El Doguito, Nicholas, conforme antecipado, pertence ao Stud Nosotros – de titularidade dos brasileiros Enio e Ernani Buffolo, no Brasil representados pelo Haras Moema – e assinalou 1:35.16 para a milha, na raia pesada.

Já Le Perseverant, 5 anos, filho de Emperor Richard e Perseverante Soy (Sunray Spirit), de criação da Estancia La Josefina S.A. e propriedade da Caballeriza Juan Antonio, atropelou feito um bólido no quilômetro internacional argentino. Conduzido por Gustavo Emiliano Calvente, Le Perseverant superou Expressive Smart (Expressive Halo) – que trazia o jóquei de posição alta, até o surgimento de Le Perseverant, a 200 metros do disco – por ½ corpo. Em terceiro, Fondo Fijo (Zensational).

Com treinamento de Gustavo Oscar Aon, Le Perseverant obteve a oitava vitória em 18 corridas. Percorreu os 1.000 metros (sobre raia pesada) em 55.93.

Mais notícias

First Amour esnoba desvantagem no peso e vence a Prova Especial Eu Também

Arenático do Haras Rio Iguassu venceu com autoridade a melhor prova do dia, em São Paulo.

Ler na íntegra

Hong Kong: na segunda tentativa, Cash do Jaguarete entra quinto

Brasileiro voltou a atuar em Sha Tin.

Ler na íntegra

Maroñas: Oggigiorno conquista GP Presidente de La Republica (gr.III) pela segunda vez

Crioulo do Haras Santarém obteve a quarta vitória consecutiva.

Ler na íntegra