Banner Haras Regina Topo
15 Mai 2018 | 21:20:47

Last Hope vence e convence no Clássico Much Better (L)

Arenático da Coudelaria Jéssica confirmou seu favoritismo no melhor páreo da noturna de terça-feira (15), no Jockey Club Brasileiro.

Last Hope venceu com autoridade.

Imagem: Gérson Martins

Disputado nesta terça-feira (15), no Jockey Club Brasleiro, o Clássico Much Better (L), em 2.100m na pista de areia, para produtos de 3 e mais anos, marcou a vitória de Last Hope, 5 anos, filho de Distorted Humor e West Hope (Crimson Tide), de criação e propriedade da Coudelaria Jéssica.

Valente Duque (Pioneering) e Lasting Colony (Cape Town) saíram com pressa dos boxes. Kanton (Drosselmeyer), a única fêmea do páreo, corria em terceiro e Last Hope acionava no quarto lugar.

Capitólio (Silent Times), Namur (Elmustanser), Céu de Brigadeiro (Out of Control) e Liberado (Shirocco) na sequência.

Na reta oposta, Valente Duque não apenas se firmou em primeiro, como também abriu boa margem à frente de Lasting Colony. Last Hope, por sua vez, tomou o terceiro de Kanton. Na curva, o lote aglomerou-se. Last Hope girou para a reta de chegada emparelhado com Valente Duque, em disputa pela ponta.

Sem dificuldades, Last Hope desvencilhou-se de Valente Duque. Céu de Brigadeiro caçava uma passagem por dentro, trazendo boa ação. Quando solicitado por Valdinei Gil, porém, Last Hope acabou com o páreo, a 300 metros do disco. Namur atropelou para ficar com a formação da dupla a 3 corpos e ¼. Céu de Brigadeiro (6) em terceiro, finalizando Liberado (8 e ½) e Lasting Colony (10 e ¾) no complemento do placar.

Depois, Kanton, Capitólio e Valente Duque.

Treinado por Julio Cezar Sampaio, Last Hope obteve a décima vitória em 24 saídas. Ganhador do GP Salgado Filho (gr.III), das Provas Especiais Talvez!, Plenty of Kicks e Heitor de Lima e Silva, Last Hope parou os relógios na marca de 2:16.20.

Mais notícias

Kentucky: alteração na regra antidoping amplia defesa de treinadores

Tradicional regra de responsabilidade absoluta do treinador dá lugar à possibilidade de defesa e absolvição, caso haja evidências robustas, de ausência de culpa, apresentadas pelo profissional.

Ler na íntegra

Na liderança, Na Balada

Filha de Forestry, pertencente a Maurício Pontarolo, venceu o GP Presidente Guilherme Ellis (gr.II).

Ler na íntegra

Na areia da Gávea, outra taça para Departure Time

Principal embate do fim de semana na Gávea, o Grande Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro (gr.III), em 1.900m na areia, para produtos de 3 e mais anos, foi disputado neste domingo (22). Nova vitória de Departure Time, 4 anos, filho de Public Purse e Needle Effect (Jules), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade da... [continua ]

Ler na íntegra