07 Dez 2017 | 10:11:14

Inscrições abertas para o Leilão da Criação Nacional ABCPCC 2018

Criadores terão até 22 de janeiro para realizar as inscrições. A exemplo do ocorrido em 2017, evento voltará a ter duas etapas - São Paulo e Rio de Janeiro - no ano que vem.

Folder oficial do Leilão da Criação Nacional ABCPCC

Imagem: Luiz Melão

Teve início o período de inscrições para o Leilão da Criação Nacional ABCPCC 2018. A exemplo do ocorrido, pela primeira vez, em 2017, o evento, no ano que vem, voltará a contar com duas edições, entre São Paulo e Rio de Janeiro. As inscrições, para ambas as etapas, serão encerradas no dia 22 de janeiro.

Thomas Thornbury, de Keeneland, será o responsável pela inspeção e seleção dos produtos inscritos. Tanto animais inscritos na etapa paulista (marcada para o festival do GP São Paulo, em maio, em Cidade Jardim) quanto na etapa carioca (programada para a segunda quinzena de junho, na Gávea) serão vistoriados durante o mês de março. No ato de inscrição deverá ser indicada a etapa da qual se pretende participar.

Mais informações podem ser obtidas no fone (11) 3093-3140 e em correspondência para os e-mails kelvin@studbook.com.br e mayra@studbook.com.br. Os dados bancários para pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 500,00, são os seguintes: Banco Bradesco, Agência 1322-6, C/C 42037-9, CNPJ: 61993028/0001-61.

Os produtos que porventura já tenham sido inscritos na Copa dos Criadores ABCPCC terão 50% de desconto no valor da taxa de inscrição. Eventual não seleção do animal, ou ainda realização de forfait (mesmo que veterinário) não ensejarão restituição e/ou abatimento da taxa de inscrição.

Mais notícias

Argentina: Puerto Escondido carimba passaporte para o Pellegrini 2017

Filho de Hurricane Cat venceu a Copa de Oro (gr.I) em San Isidro.

Ler na íntegra

EUA: Juno entra quarto em listed

Crioula do Stud Chespeake completou a quadrifeta do All Along Stakes (L).

Ler na íntegra

Dust Cup confirma favoritismo na Prova Especial Tirolesa

Filha de Dubai Dust pertence ao Haras Fronteira.

Ler na íntegra