20 Abr 2017 | 19:02:35

He Runs Away é eleito "cavalo do ano" na Argentina; Francisco Leandro é o melhor jóquei

Crioulo da sessão portenha do Haras Santa Maria de Araras foi o mais votado na categoria principal do Distinciones Carlos Pellegrini; Leandro e outros brasileiros também brilharam na premiação

He Runs Away foi a principal estrela da premiação

Imagem: La Nacion/Carlos Lares

Premiação que elege, ano a ano, os melhores nomes do turfe argentino, o Distinciones Carlos Pellegrini foi realizado na noite da última terça-feira (18), em Buenos Aires. E no principal prêmio do evento - referente ao troféu de "cavalo do ano" - brilhou o nome de He Runs Away, um crioulo da sessão local do Haras Santa Maria de Araras que venceu, em novembro do ano passado, o derby do Gran Premio Nacional (gr.I).

Filho de Heliostatic e Heaven To Sally (Honor And Glory), He Runs Away suplantou, na referida premiação, dentre outros nomes ao de Sixties Song (Sixties Icon), que lhe derrotara no Gran Premio Carlos Pellegrini (gr.I) - páreo em que He Runs Away terminou na quarta colocação. Sixties Song (que na sequência viria a vencer, também, o GP Longines Latinoamericano (gr.I) no Chile), todavia, não passou em branco na premiação: fora ele o mais votado na categoria de "melhor fundista". 

Os dois animais estiveram atrelados, ainda, a outros três troféus. He Runs Away também levantou a honraria de "melhor potro de 3 anos", enquanto que Sixties Song teve sua mãe, Blissfull Song (Unbridled's Song), condecorada como "melhor reprodutora", e sua dona, a Caballeriza Sta. Elena, vencedora na categoria de "proprietário".

O turfe brasileiro, por sua vez, também marcou presença na festa de gala promovida em San Isidro. Após dois anos consecutivos com Altair Domingos sendo eleito o "jóquei do ano" no país, desta feita fora Francisco Leandro quem levara o troféu para casa. Ganhador da estatística em 2016, o bridão também vencera provas importantes, a exemplo do Gran Premio Selecion (gr.I), com Blue Prize. Essa foi a primeira vez que Leandro recebeu o aludido troféu desde a sua transferência para o turfe argentino, há 4 anos. 

Outros nomes brasileiros relacionados a ganhadores da premiação na última terça-feira foram Ivan Gasparoto (criador e proprietário de Dona Bruja, eleita "melhor égua" e "melhor égua adulta"), José Luis Depieri e Pedro Nickel Filho (respectivamente criador/proprietário e treinador de Kononkop, a "melhor potranca de 2 anos"). 

Confira abaixo os vencedores em cada categoria:

Cavalo do ano - He Runs Away

Potranca de 2 anos - Kononkop

Potro de 2 anos - Le Ken

Potranca de 3 anos - Blue Prize

Potro de 3 anos - He Runs Away

Cavalo adulto - Keane

Velocista - Santillano

Aprendiz - Gustavo Villalba

Milheiro - Le Ken

Fundista - Sixties Song

Reprodutora - Bissfull Song

Reprodutor - Catcher In The Rye

Treinador - Alfredo Gaitan Dassié

Jóquei - Francisco Leandro

Proprietário - Caballeriza Sta. Elena

Criador - Haras Firmamento

Avô materno - Southern Halo

Égua do ano - Dona Bruja

Mais notícias

De ponta a ponta, Pau-Rei de Birigui levanta o Grande Prêmio Oswaldo Aranha (gr.II)

Defensor do Stud Birigui obteve a primeira vitória clássica de sua campanha no trial do GP São Paulo 2017

Ler na íntegra

Friends of Gold supera Olympic Geneve para vencer o primeiro grande prêmio

Corredora de Bet Gold Stud conquistou o GP Pres. Roberto Alves de Almeida (gr.III).

Ler na íntegra

Englightened encerra a festa na Prova Especial Clackson

O chamado "São Paulinho" ficou com corredor do Stud Regina Quintella

Ler na íntegra