Banner Haras Regina Topo
09 Out 2018 | 15:05:20

Éguas sul-americanas em alta: Blue Prize e Wow Cat vencem provas de G1 nos EUA

Fim de semana rendeu ótimos resultados, em pistas norte-americanas, para éguas nascidas na América do Sul: duas vitórias em um segundo lugar, em provas de graduação máxima.

A craque chilena Wow Cat conquistou seu primeiro G1 nos EUA.

Imagem: Cloglianese Photos/Blood Horse

Poucos dias após a conquista de Vale Dori no Zenyatta Stakes (gr.I), éguas sul-americanas voltaram a se destacar, em provas de G1, disputadas nos Estados Unidos. No fim de semana, Blue Prize e Wow Cat somaram importantes êxitos para as respectivas campanhas, ao passo que Dona Bruja ficou muito próxima de também fazê-lo.

No sábado (6), em Belmont Park, éguas de 3 e mais anos disputaram o Beldame Stakes (gr.I), em 1.800m na pista de areia, com dotação de US$ 400 mil. Vitória da chilena Wow Cat, 4 anos, filha de Lookin At Lucky e Winter Cat (Cat Thief), de criação do Haras Paso Nevado e Peter M. Brant & Stud Vendaval, Inc.

Conduzida por Jose Ortiz, Wow Cat derrotou Divine Miss Grey (Divine Park) por 3 corpos e ¼, num êxito irretocável. Verve’s Tale (Take of Ekati) finalizou na terceira colocação.

Treinada por Chad Brown, Wow Cat conquistou a nona vitória em 11 saídas. Um dos melhores animais vistos em ação no turfe chileno, nas últimas décadas, Wow Cat deixou seu país de origem na condição de tríplice coroada invicta, com 9 vitórias. Após duas colocações, nas duas primeiras exibições em pistas norte-americanas, obteve, na ocasião, seu primeiro êxito, no país. Tempo de 1:47.75.  

No dia seguinte, em Keeneland, éguas de 3 e mais anos disputaram o Spinster Stakes (gr.I), em 1.800m na areia, com bolsa de US$ 500 mil. Venceu a argentina Blue Prize, 5 anos, filha de Pure Prize e Blues For Sale (Not For Sale), criada por Bioart. S.A. e de propriedade de Merriebelle Stable.

Com Joe Bravo “up”, Blue Prize suplantou Champagne Problems (Ghostzapper) por ¾ de corpo. Pacific Wind (Curlin) finalizou em terceiro. Recebendo treinamento do argentino Ignacio Correas (conquistou, a exemplo de sua pupila, a primeira vitória de G1 nos Estados Unidos), Blue Prize passa a somar 7 primeiros lugares em 16 saídas. Vencedora, na Argentina, do GP Seleccion (gr.I), Blue Prize paralisou os relógios na marca de 1:50.02.

Não obstante os dois êxitos relatados, uma terceira vitória ficou bastante próxima de ocorrer. A argentina Dona Bruja (Storm Embrujado), de criação e propriedade do brasileiro Ivan Gasparoto, deixou escapar, por cabeça, a vitória no First Lady Stakes (gr.I), em 1.600m na raia de grama, disputado em Keeneland, por éguas de 3 e mais anos, com bolsa de US$ 400 mil. Bancou sua algoz a alemã A Raving Beauty, 5 anos, filha de Mastercraftsman e Anabasis (High Chaparral), de criação de Gestut Carlshof e propriedade de Michael Dubb, Madaket Stables LLC & Bethlehem Stables LLC.

Conduzida por John Velasquez, A Raving Beauty bateu Dona Bruja, conforme antecipado, por cabeça. A britânica Indian Blessing (Sepoy) ficou com o terceiro posto. Chad Brown responde pelo treinamento da ganhadora, que completou a milha no tempo de 1:37.78. Replay aqui.



Mais notícias

Tríplices coroas ganham sequência na Gávea: promessa de emoção

Os Grandes Prêmios Diana e Francisco Eduardo de Paula Machado, ambos de G1, são as principais atrações do fim de semana do turfe brasileiro

Ler na íntegra

PR: Green Century leva a Prova Especial José Cid Campelo

Páreo de pesos especiais marcou a principal atração da "noturna" em Curitiba

Ler na íntegra

Inglaterra: Rhododendron bate os machos no Lockinge Stakes (gr.I)

Corredora da Coolmore conquistou importante vitória em Newbury.

Ler na íntegra