Banner Haras Regina Topo
19 Mai 2017 | 14:49:33

Criação: negociação é concluída e Hat Trick servirá no Paraná

Filho de Sunday Silence terá alojamento alternado entre os Haras Santa Rita da Serra e Springfield

Hat Trick será o terceiro filho de Sunday Silence a servir no Brasil

Imagem: Gainesway Farm

Após algumas semanas de idefinição, foi concretizada a aquisição do reprodutor Hat Trick, filho de Sunday Silence e Tricky Code (Lost Code), criado pela Oiwake Farm, por um grupo de criadores brasileiros. O japonês de 16 anos terá seu alojamento alternado, a cada temporada, entre os Haras Santa Rita da Serra e Springfield (ambos localizados em Tijucas do Sul/PR), que são, também, membros do condomínio responsável pela compra - em definitivo - do animal, ao lado, ainda, de Carlos dos Santos, Coudelaria Monter Parnaso, Haras Figueira do Lago, LLC, Nacional, Old Friends, Regina, Rio Iguassu e Stud Eternamente Rio.

Tendo atuado somente na Ásia, Hat Trick venceu, em campanha, a Mile Championship (gr.I) no Japão, e a Hong Kong Mile (HK-gr.I), sem prejuízo de outras 6 vitórias conseguidas ao longo das 21 apresentações que compuseram seu retrospecto. Hat Trick ingressou na reprodução em 2008, na Walmac Farm, no Kentucky, tendo sido transferido para a Gainesway Farm, no mesmo estado norte-americano, no ano de 2012. Por 3 vezes Hat Trick serviu, ainda, em regime de shuttling na Argentina: primeiramente no Haras El Mallín, nos anos de 2009 e 2010, e depois no Haras La Biznaga, em 2012.

"Champion" aos 2 anos na Europa, em 2011, o francês Dabirsim, vencedor dos Prix Morny (gr.I) e Jean-Luc Lagardere (gr.I), é o principal expoente da produção de Hat Trick, até aqui. Dabirsim, aliás, poderá ter seu cruzamento repetido por uma razoável quantidade de criadores brasileiros - vez que o corredor tem, como avô materno, Royal Academy. 

O ganhador de G1 nos Estados Unidos, King David; os também ganhadores de graduação máxima, mas em solo argentino, Giant Killing, Hat Puntano e Zapata; e os múltilo ganhadores graduados Bright Thought, Dressed In Hermes e Try Twice são outros nomes de relevo no stud record de Hat Trick.

O pai de Hat Trick, Saunday Silence (Halo) foi o cavalo do ano nos Estados Unidos em 1989 (com vitórias, dentre outros páreos, nos Kentucky Derby (gr.I) e Breeders' Cup Classic (gr.I)) e, servindo como garanhão no Japão, revelou-se o semental mais bem sucedido da história da criação japonesa. Antes de Hat Trick, os brasileiros já haviam estreitado seus laços com Sunday Silence por meio de dois filhos seus: Silent Name e Agnes Gold. Já a mãe de Hat Trick, Tricky Code (Lost Code), foi ganhadora de 9 corridas em campanha, incluindo o Santa Ynez Breeders' Cup Stakes (gr.III).

Hat Trick desembarcará no Brasil na segunda metade de junho. 

Mais notícias

Leilão da Criação Nacional ABCPCC: letras "A" e "Z" das mães iniciarão as vendas

Sorteio foi realizado no Programa Mesa do Turfe, da TV Jockey, do último sábado (4)

Ler na íntegra

Argentina: de ponta a ponta, Roman Rosso levanta o Derby. Jorge Ricardo vence G1

Movimentada reunião agitou o Hipódromo de Palermo, no último sábado.

Ler na íntegra

Mais Pellegrini: festa brasileira com NicHolas na Milha. Le Perseverant impôs-se entre os velocistas

Pupilo do Stud Nosotros, pertencente a brasileiros, venceu o GP Joaquin S. de Anchorena (gr.I), destinado aos milheiros do festival. Le Perseverant deixou os velocistas para trás no GP Felix Alzaga de Unzué (gr.I).

Ler na íntegra