Banner Jesuíno Arruda
17 Mai 2017 | 20:02:46

Criação: com mudança de planos, Tepin está cheia de Curlin

Campeã milheira teve sua aposentadoria das pistas anunciada no último mês de abril; corredora somente seria coberta, a princípio, em 2018

Tepin foi corredora de exceção

Imagem: Royal Ascot

De acordo com publicação do Thoroughbred Daily News, a campeã milheira Tepin, que teve sua aposentadoria das competições anunciada no último mês de abril, está prenhe. A filha de Bernstein e Life Happened (Stravinsky), de criação de Machmer Hall e propriedade de Robert E. Masterson, foi coberta por Curlin no último dia 30 de abril (contrariando, portanto, o próprio posicionamento de Masterson quando este afirmou que a corredora não seria coberta em 2017) e teve confirmada sua prenhez nos últimos dias.

"Nós cruzamos a Tepin com o Curlin no último mês de abril, mas não divulgamos nada a respeito para evitar que pessoas fossem lhe incomodar no haras, enquanto nós estávamos tentando lhe fazer 'pegar cria'. Fizemos o teste na segunda-feira, repetimos nessa quarta-feira, e de fato ela está prenhe. Nós estamos muito empolgados com isso. Cruzamos uma égua extraordinária com um cavalo extraordinário e desejamos que surjam (a partir disso) mais animais como ela", declarou Masterson à reportagem do TDN. 

Tendo competido dos 2 aos 5 anos, Tepin (atualmente com 6 anos) obteve nos dois últimos anos de sua campanha os resultados que fizeram dela corredora de renome internacional. Após vencer a Breeders' Cup Mile (gr.I) ao final de 2015, Tepin voltaria a desacatar os machos no ano de 2016 em outras duas importantíssimas corridas na milha. Primeiro no Queen Anne Stakes (gr.I), em Ascot, na Inglaterra; e depois na Woodbine Mile (gr.I), no Canadá. Os Just A Game Stakes (gr.I), First Lady Stakes (gr.I), Jenny Wiley Stakes (gr.I), Churchill Distaff Turf Mile (gr.II, por duas vezes), Hillsborough Stakes (gr.II), Delta Princess Stakes (gr.III) e Endeavour Stakes (gr.III) são outros êxitos que enfeitam o retrospecto de Tepin cujo score final aponta 23 saídas e 13 primeiros lugares. Atual bicampeã do Eclipse Award na categoria "turf female" (melhor éguas em pista de grama), Tepin somou prêmios que ultrapassaram os US$ 4,43 milhões.

Já Curlin segue sediado na Lane's End Farm, no Kentucky. O alazão nascido em 2004 tornou-se o melhor cavalo do mundo no "dirt", na distância dos 2.000 metros, sendo que por meio de suas 7 vitórias em provas de G1 (incluindo a Breeders' Cup Classic, Dubai World Cup, Jockey Club Gold Cup (2x) e o Preakness Stakes) - sem prejuízo, é claro, de seus demais êxitos -, o filho de Smart Strike tornou-se o PSI norte-americano recordista em prêmios no ano de 2010 (feito este que restou superado nos anos seguintes). Stellar Wind, Exaggerator, Keen Ice e Palace Malice são apenas alguns dos destaques de sua produção - iniciada em 2010. Na presente temporada, os serviços de Curlin são negociados por US$ 150 mil.

Mais notícias

Tinindo, Jovem D'Alessandro vence mais uma em Porto Alegre

Filho de Point Given derrotou o veterano Qua Qua Qua no Clássico Estensoro

Ler na íntegra

Em forma invejável, Kinha vence a PE Renato Junqueira Netto

Disputada nesse sábado (25), no Jockey Club de São Paulo, a Prova Especial Renato Junqueira Netto, em 1.600m na areia, para éguas de 3 e mais anos, teve Kinha, 3 anos, filha de Quick Road e Caribean Queen (Romarin), de criação da Beverly Hills Stud e de propriedade do Stud Gentil, a ganhadora.

Ler na íntegra

Very Nice Moon aparece pré-inscrita em grupo II

"Melhor Potranca de 2 anos" no último Troféu Mossoró não corre desde junho do ano passado

Ler na íntegra