Banner Haras Regina Topo
11 Ago 2017 | 15:55:53

Austrália: filha de Black Caviar vence a primeira em Geelong

Na segunda saída de sua campanha, a 3 anos Oscietra venceu eliminatória na pista sintética.

Oscietra carrega no pedigree o nome de Black Caviar

Imagem: Racing And Sports

Primeiro produto da campeã Black Caviar, Oscietra obteve, nessa sexta-feira (11), o primeiro êxito de sua campanha. A potranca de 3 anos venceu uma eliminatória (para fêmeas perdedoras da sua idade), em 1.000m na pista sintética de Geelong, na Austrália, com A$ 25 mil de bolsa.

Com Regan Bayliss “up”, Oscietra derrotou Sancy’s Diamond por 1 corpo e ¾. Consider It Done (Manhattan Rain) terminou na terceira colocação.

Treinada por David And B. Hayes e T. Dabernig, Oscietra (filha do garanhão Exceed And Excel, pertencente à sociedade de diversos proprietários, quais sejam G J Wilkie, Mrs K J Wilkie, Werrett Bloodstock Pty Ltd (Mgr: N R J Werrett), C H Madden, Mrs J G Madden, Mrs P A Hawkes, D M Taylor & Mrs J Taylor) cumpriu a segunda exibição de sua campanha. No mês de janeiro, a potranca havia debutado com um terceiro lugar, no quilômetro em pista de grama.

Nascida em 2006, Black Caviar fez história no turfe australiano – e internacional. Em campanha, a filha de Bel’s Esprit (este um Royal Academy) e Helsinge, por Desert Sun, Black Caviar desenvolveu épica retrospecto de 25 corridas e 25 vitórias. Velocista de altíssimos recursos, Black Caviar alcançou o posto de melhor PSI do mundo, de acordo com a Federação Internacional de Autoridades Hípicas (IFHA), em março de 2011, ao receber rating de 135 libras. Absoluta em território australiano, Black Caviar brilhou, ainda, na Grã-Bretanha, onde venceu o Diamond Jubilee Stakes (gr.I), durante o Royal Ascot de 2012.

Além de Oscietra (geração 2014), Black Caviar conta com outros dois produtos registrados na enquanto reprodutora: Prince Caviar (Sebring) de 2015 e Snibla (Snitzel). Do trio, Oscietra figura como a única corrida.

Mais notícias

Show de Bagé In Concert marca sábado movimentado em Porto Alegre

Entre as fêmeas, foi Bacanona quem prevaleceu na sequência das tríplices coroas

Ler na íntegra

Domingos: “Senti a mesma alegria da minha primeira vitória”

Após acidente de graves proporções, bridão brasileiro obteve ontem, na Argentina, a primeira vitória depois do regresso às pistas. Diretamente em prova clássica, com o velocista, Tato Key.

Ler na íntegra

Argentina: crioulo do Araras, Calcolatore venceu o Gran Premio Dardo Rocha (gr.I)

Com Tato Key, José Aparecido venceu prova de G2.

Ler na íntegra